Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Deco e Fred treinam entre os titulares no Fluminense

Jogadores devem ser escalados por Muricy Ramalho para a partida diante do Goiás no Engenhão, neste domingo

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2010 | 12h13

O Fluminense realizou nesta sexta-feira o primeiro treino coletivo da semana com os titulares em campo. E a grande novidade ficou por conta da presença do meia Deco e do atacante Fred na equipe que deve iniciar a partida diante do Goiás, domingo, no Engenhão, pela 35.ª rodada do Brasileirão.  

 

Veja também:

linkCarlinhos espera que companheiros controlem a ansiedade na reta final

Os dois jogadores se recuperaram das contusões sofridas no começo de outubro e, depois de tanto tempo sem jogar, voltam ao time no domingo. Fred teve um problema na panturrilha esquerda, enquanto Deco estava com uma lesão muscular na coxa direita.

"É importante não só o Fred e sim todos estarem aptos para jogar. É difícil ficar com jogadores fora, agora é decisão e é bom termos opções. O Deco também está bom para atuar. Todos eles estão voltando na hora certa", afirmou o técnico Muricy Ramalho.

Com a volta de Fred, quem perde lugar no ataque é Washington, que vem enfrentando um jejum de gols - Tartá foi o outro atacante titular no coletivo. Enquanto isso, Deco ocupa a vaga de Marquinho, que sofreu uma fratura no antebraço direito.

A outra surpresa do treino realizado na manhã desta sexta-feira foi a presença do volante Valencia entre os titulares. No entanto, após 20 minutos de atividade, ele foi substituído pelo também volante Diguinho, dono da posição nas últimas partidas.

Assim, o time titular treinou nesta sexta-feira com a seguinte formação: Ricardo Berna; Mariano, André Luís, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia (Diguinho), Fernando Bob, Deco e Conca; Tartá e Fred. E deve ser mantido para o jogo de domingo.

A volta de Fred e Deco aumenta a confiança do Fluminense para buscar o título do Brasileirão. Faltando apenas quatro rodadas para o final do campeonato, o time carioca está na liderança, com 61 pontos, um a mais do que Corinthians e Cruzeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.