Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Dedé assegura Cruzeiro concentrado para encarar semana 'importante'

Equipe mineira enfrenta o Huracán e depois faz a final do Mineiro com o Atlético

Redação, Estadao Conteudo

08 de abril de 2019 | 20h55

O Cruzeiro está na primeira semana de grande importância do ano. Quarta-feira poderá garantir o primeiro lugar no Grupo B da Copa Libertadores, ao enfrentar o Huracán, e domingo terá o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, diante do rival Atlético.

"Com certeza, é uma semana importante, mas jogo a jogo a gente foca. Tem o jogo contra o Huracán, jogo importante, um jogo da nossa classificação, para a gente manter os 100% na Libertadores. Estamos bem focados nesse jogo, para depois pensar, estudar e trabalhar para o clássico", disse o zagueiro Dedé.

Um dos líderes do time, o zagueiro aproveitou para descontrair ao falar da invencibilidade do time no ano. São 17 jogos sem perder, com 13 vitórias. Mas Dedé também minimizou a marca, garantindo que o elenco não se sente pressionado a ampliá-la.

"Se a invencibilidade for até dezembro, a gente é campeão de tudo (risos). Estamos ganhando, empatando na hora certa, quando podia empatar. A gente tem que manter isso, manter essa nossa sequência. Mas sabendo que o nosso time não é melhor que nenhum outro, tem que batalhar para vencer qualquer equipe ou adversário, os jogadores mentalizam. Ninguém dentro da nossa equipe, do vestiário, qualquer setor, conversa sobre invencibilidade. Só conversamos se foi bom o jogo, corrigimos alguma coisa errada, mas ninguém está preocupado com invencibilidade."

O zagueiro cruzeirense aproveitou para chamar a atenção para que o nível de concentração seja elevado diante do Huracán, mesmo com o fato de o time argentino ocupar a lanterna do grupo na Libertadores, com apenas um ponto após três rodadas.

"Não pode acontecer de achar que vai ser fácil, que vai entrar classificado. É esquecer o que foi no passado, que a gente tem uma distância, uma gordura. Temos que focar no que temos que fazer no jogo. Pegar algumas partes positivas dos jogos anteriores, é claro, mas tenho certeza que o nosso treinador sabe os pontos fortes e fracos do Huracán. São coisas que ele vai passar para a gente, para a gente tentar colocar mais dificuldade para o Huracán e sair com a vitória."

Sobre o Campeonato Mineiro, Dedé considera importante a vantagem de dois empates adquirida pelo Atlético, dono de melhor campanha na fase de classificação. Mas assegurou que ainda não pensa no rival. "A gente sabe que a vantagem de um empate é importante, mas só que a final vai ser depois do jogo com o Huracán."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.