Dedé desiste da proposta do Catar

O lateral Dedé anunciou nesta terça-feira que desistiu de obter a naturalização e poder defender a seleção do Catar nas Eliminatórias da Copa. Assim como Leandro e Aílton, outros brasileiros que atuam no futebol alemão, ele recebeu uma proposta milionário do país asiático.Os três jogadores chegaram a viajar para o Catar, onde acertaram todos os detalhes do contrato. Mas a pressão da Fifa, que estuda a regulamentação da ?naturalização esportiva? fez Dedé desistir da idéia - Leandro e Aílton, a princípio, mantêm o acordo firmado anteriormente. Segundo Dedé, o motivo da mudança foi o medo de represálias ao seu clube, o Borussia Dortmund. ?Essa história do Catar está 90% encerrada. Eu não quero nenhum problema com o Borussia. Houve um conflito de interesses em toda essa história?, revelou o jogador de 25 anos.Dedé aproveitou a oportunidade para admitir que não foram os milhões de dólares oferecidos pelo Catar que o convenceram a, num primeiro momento, aceitar a proposta. ?O dinheiro nunca foi o motivo principal. Sempre sonhei em disputar uma Copa do Mundo e foi por ela que me interessei?, disse o jogador, que nunca teve chance na seleção brasileira.

Agencia Estado,

16 de março de 2004 | 16h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.