Dedé nega despedida no Vasco e pede fim de rumores

Após a vitória sobre o Quissamã na noite de sábado, Dedé foi o centro das atenções no gramado de São Januário. Autor do primeiro dos três gols do Vasco, o zagueiro pode ter feito seu jogo de despedida diante da torcida vascaína antes de definir seu futuro. Corinthians e Cruzeiro já demonstraram interesse pelo futebol do defensor.

AE, Agência Estado

14 de abril de 2013 | 10h37

Dedé, porém, negou qualquer clima de despedida e pediu o fim das especulações sobre seu destino. "Vocês (jornalistas) estão querendo que eu vá embora?, perguntou, em tom bem humorado. "Parem com isso. Meu sentimento pelo Vasco é grande, fico feliz quando visto essa camisa. Eu só tenho a agradecer, eu cheguei onde cheguei graças ao apoio da torcida."

Se for realmente negociado, Dedé não deverá mais jogar em São Januário porque o Vasco já está eliminado na Taça Rio. E, na rodada final, enfrentará o Madureira, fora de casa, no próximo fim de semana. Depois deste jogo, o time só vai jogar no Brasileirão, no fim de maio - pela Copa do Brasil, o Vasco entrará direto nas oitavas de final, no segundo semestre.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoDedé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.