Daniel Augusto Jr./Foto Arena
Daniel Augusto Jr./Foto Arena

Defederico faz primeiro gol e Corinthians bate o Vitória

Após duas derrotas seguidas, equipe alvinegra se recupera fora de casa e vence por 1 a 0 em Salvador

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

28 de outubro de 2009 | 23h46

Contratado com a promessa de ser o 'novo Messi', Defederico desencantou na noite desta quarta-feira e fez o seu primeiro gol com a camisa do Corinthians. Após receber belo passe de Jucilei aos 21 minutos do segundo tempo, ele tocou com categoria na saída de Viáfara e fez o gol do triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória no Barradão, em Salvador, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

linkMano elogia Defederico e exalta triunfo

tabela SIMULADOR - Veja quem pode ser o campeão

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabelaClassificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O resultado pouco muda a situação da equipe alvinegra no torneio, que não briga mais pelo título e já tem vaga assegurada na Copa Libertadores 2010 por ter vencido a Copa do Brasil. Agora, está em nono lugar, com 45 pontos, contra 44 do time baiano, que na décima posição briga apenas para garantir vaga na Copa sul-americana.

Defederico, que ainda não é titular do Corinthians, ficou nesta quarta com a vaga de Dentinho. Devido a uma lesão, o atacante ficou no banco de reservas e entrou em campo apenas nos instantes finais do jogo.

O argentino, que fez a sua estreia no clássico contra o São Paulo em 27 de setembro e herdou a camisa 10 de Douglas, tem apenas sete confrontos com a camisa do clube. Por isso, a torcida ainda espera que o ex-jogador do Huracán, reconhecidamente habilidoso, faça exibições ainda melhores, principalmente no ano que vem, mais especificamente na Libertadores.

Na partida desta quarta, o meia-atacante mostrou muita disposição em campo e foi uma boa opção no setor ofensivo, ao lado de Jorge Henrique e Ronaldo. Antes de inaugurar o marcador, tentou algumas jogadas no seu estilo mais conhecido - domina a bola e parte para cima da marcação.

 Vitória0
Viáfara; Nino Paraíba     , Wallace, Fábio Ferreira     e Robson (Anderson Martins); Vanderson, Uelliton    , Ramon Menezes e Gláucio; Leandrão (Roger) e Elkeson (Neto Berola)   
Técnico: Vágner Mancini
 Corinthians1
Felipe; Alessandro, Chicão, William e Marcelo Oliveira (Balbuena); Jucilei, Elias     e Edu     (Boquita    ) ; Jorge Henrique, Defederico     (Dentinho) e Ronaldo
Técnico: Mano Menezes
Gols: Defederico, aos 21 minutos do segundo tempo

Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)

Estádio: Barradão, em Salvador (BA)

CALMARIA

A vitória certamente dará mais tranquilidade ao Corinthians na reta final do Brasileirão. A equipe vinha sofrendo uma certa pressão após as duas derrotas consecutivas para Sport Recife e Cruzeiro.

Esta foi apenas a segunda vez que o Vitória foi superado em casa no campeonato, a primeira sob o comando de Vágner Mancini. Antes, havia perdido somente para o São Paulo, quando o treinador ainda era Paulo César Carpegiani.

As condições do gramado do Barradão claramente eram ruins e Ronaldo chegou a reclamar no intervalo da partida. O Fenômeno teve atuação discreta e só apareceu em uma jogada ensaiada no primeiro tempo, quando deixou Chicão na cara do gol, mas o zagueiro mandou para fora após driblar o goleiro.

FIM DE SEMANA

Agora, o Corinthians só pensa no clássico de domingo contra o Palmeiras em Presidente Prudente, jogo que é considerado pela torcida o mais importante até o término da temporada 2009. No mesmo dia, o Vitória pega o Coritiba fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.