Defensor do Sevilla lamenta problema no coração

O defensor Sergio Sanchez, do Sevilla, disse nesta terça-feira que se sente "derrubado e destroçado" pelo diagnóstico de uma doença cardíaca que o obrigou a interromper a sua carreira de jogador profissional.

AE-AP, Agencia Estado

05 de janeiro de 2010 | 21h25

Em entrevista ao canal de notícias TV3 de Barcelona, o jogador espanhol de 23 anos disse que "devo pensar positivo" e que nos próximos dias realizará novos exames que indicarão se ele poderá retornar ao futebol.

O Sevilla anunciou na última sexta-feira que uma série de exames apontaram que Sánchez tem um problema no coração que o impede de realizar atividades físicas. Em 2007, Antonio Puerta, que atuava no clube morreu três dias após sofrer um enfarte.

Além disso, Daniel Jarque, capitão do Espanyol morreu por conta de uma doença no coração no ano passado. "As famílias de Jarque e de Puerta pagaram por esta minha situação. Por isso, devo ficar com os pontos positivos e devo me animar".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSevillaSergio Sanchezcoração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.