Rapul Martínez/EFE
Rapul Martínez/EFE

Defensor e Delfín garantem vaga na segunda fase preliminar da Libertadores

Uruguaios passam pelo Bolívar-BOL e equatorianos eliminam o Nacional-PAR na competição continental

Redação, Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2019 | 00h07

A Libertadores conheceu nesta quarta-feira os últimos dois classificados para a segunda fase preliminar do torneio. O Delfín-EQU visitou o Nacional-PAR, em Assunção, e ficou com uma das vagas ao vencer por 2 a 1. A outra ficou com o Defensor-URU, apesar da derrota em casa para o Bolívar-BOL por 3 a 2.

Em Montevidéu, o Defensor recebeu o Bolívar e foi surpreendido. Jusino, o ex-corintiano Juan Carlos Arce e o ex-são-paulino Thomaz marcaram para os bolivianos, mas Rabunal e Soria fizeram os gols que garantiram a vaga dos uruguaios, que haviam vencido por 4 a 2 na ida e agora vão pegar o Barcelona de Guayaquil.

Já o Delfín teve menos dificuldade para confirmar a classificação diante do Nacional. Depois de surpreender os uruguaios na ida, por 3 a 0, em casa, o time confirmou a vaga ao fazer 2 a 1 em Assunção, com gols de Roberto Ordoñez e Carlos Garces. Vieyra descontou. Agora, os equatorianos terão pela frente o Caracas.

A segunda fase será quando o São Paulo e o Atlético-MG vão entrar na competição. Os dois times brasileiros estreiam na semana que vem. O time paulista vai encarar o Talleres, na cidade argentina de Córdoba, no jogo de ida, no dia 6 de fevereiro. Na véspera, o Atlético-MG vai duelar com o Danubio, no Uruguai.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.