Defesa melhora e Ponte comemora

Além da boa campanha que vem realizando no Campeonato Brasileiro, onde ocupa a sexta posição com 11 pontos ganhos, o técnico da Ponte Preta, Oswaldo Alvarez, o Vadão, tem um outro fator para comemorar: o rendimento da sua defesa neste Brasileirão está melhorando em relação ao Campeonato Paulista, o que deve refletir diretamente na campanha do time.Em 19 jogos disputados no Estadual a Ponte tomou 33 gols e teve uma média de 1,73 gols. No Brasileirão a situação melhor, pelo menos até o momento. Em seis jogos disputados, o time tomou oito gols o que dá uma média de 1,33 por partida. Esta evolução do sistema defensivo, Vadão credita ao seu esquema 4-5-1. "Os jogadores já assimilaram bem nosso plano tático e a evolução está acontecendo gradativamente", explica o treinador.Enquanto Vadão comemora a evolução da sua equipe, a diretoria corre atrás de reforços. O atacante Frontini, atualmente no Marília, é mesmo "o sonho de momento" da diretoria. No entanto, as negociações não estão evoluindo e dificilmente o argentino irá vestir a camisa preto e branco. O meia Carlinhos Bala, atualmente no Santa Cruz chegou a ser sondado, mas os pernambucanos não quiseram nem conversar.Na próxima rodada, dia 11 de junho, a Ponte enfrenta o Cruzeiro no Mineirão. Nesta semana o elenco faz um reforço físico num Centro de Treinamento na cidade de Itu, distante 90 quilômetros de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.