Definição sobre Passarella sai às 13h

O futuro do técnico Daniel Passarella no Corinthians será definido em reunião marcada para logo mais às 13 horas, no Parque São Jorge, quando será colocada em votação a proposta de demissão do treinador. Quatro dirigentes - dois representando a diretoria do Corinthians e dois falando em nome da direção da MSI - terão direito a voto. Em caso de empate, o dono da empresa, Kia Joorabchian, terá o voto de minerva.Os dirigentes do Corinthians querem a saída do argentino. Kia, ao contrário, defende a permanência de Passarella. Mas isso pode mudar. O empresário aceitaria demitir o treinador, caso os dirigentes tenham um nome à altura para substituí-lo. Mais que isso: que esse nome possa ser contratado imedidatamente. E o problema está aí.Extra-oficialmente, dois nomes estariam sendo sondados. Emerson Leão e Nelsinho Baptista - ambos atualmente no futebol japonês. Leão já teria dito, porém, que pretende cumprir o compromisso com o Wissel Kobe, que só termina no final do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.