Tasso Marcelo/AE - 15/4/2012
Tasso Marcelo/AE - 15/4/2012

Deivid acerta a rescisão contratual e deixa o Flamengo

Atacante estava fora dos planos dos cariocas e pode acertar com o Coritiba

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2012 | 18h25

RIO - Sem espaço no Flamengo, o atacante Deivid acertou a sua rescisão contratual e está livre para se transferir para outro clube. Ele fez apenas seis jogos com a camisa flamenguista neste Campeonato Brasileiro e pode defender outro time da primeira divisão ainda neste ano. O Coritiba é um dos pretendentes.

A dificuldade para a liberação do jogador se deu por conta de uma dívida que seus agentes estimam próxima de R$ 8 milhões, referentes aos direitos de imagem não pagos desde sua aquisição, em 2010, e danos materiais.

Deivid deveria receber R$ 340 mil por mês por sua imagem, mas só recebeu o primeiro pagamento, em agosto daquele ano. O Flamengo alega que o valor mensal era de R$ 250 mil, mas reconhece que os depósitos devidos não foram feitos.

O clube carioca queria que Deivid abrisse mão de parte do valor para liberá-lo. Em reunião terminada no início da tarde desta sexta-feira, com os agentes do jogador, o vice-presidente de finanças do Flamengo, Michel Levy, e o diretor de futebol Zinho, atingiu-se um ponto comum.

Deivid atuava pouco desde a metade do Campeonato Carioca, ainda no primeiro semestre. Tornou-se dispensável depois que o clube contratou os veteranos Liedson e Adriano (ainda em recuperação) e com a predileção do técnico Dorival Júnior por jovens como Negueba, Thomás e Adryan.

O Botafogo chegou a cortejar Deivid quando o jogador manifestou sua intenção de deixar o Flamengo. Mas o jogador pediu valores acima do limite botafoguense.

Já em Porto Alegre, o Flamengo faz neste sábado o último treino para a partida contra o Internacional, que será neste domingo, no Estádio Beira-Rio. Dorival Júnior não tem problemas de suspensão para o jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoDeivid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.