Deivid é apresentado no Cruzeiro e exibe confiança: 'Vamos entrar para ganhar'

Horas depois de ser efetivado como novo técnico do Cruzeiro, Deivid foi apresentado oficialmente pelo clube, no final da tarde desta quinta-feira, quando exibiu confiança de que terá sucesso à frente da equipe mineira, que será a primeira dirigida pelo ex-atacante como treinador.

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2015 | 19h13

Substituto de Mano Menezes, que deixou o clube após o Campeonato Brasileiro para assumir o Shandong Luneng, da China, Deivid já fazia parte da comissão técnica como auxiliar. E agora aposta que poderá fazer o time lutar por títulos na próxima temporada do futebol brasileiro.

"Estudei para ter um trabalho vitorioso. Estou muito feliz por esta oportunidade dada pelo clube e tenho certeza de que vai dar certo. Em 2016, o Cruzeiro vai entrar em campo para ganhar, não somente para disputar. Tenho certeza disso", afirmou o jovem comandante, em entrevista coletiva.

Depois, o treinador ressaltou que dará continuidade à filosofia implementada por Mano Menezes. "Desde a época do Mano, tínhamos como objetivo criar um conceito, uma forma e um padrão de jogo. É um grande desafio para nós, mas tenho confiança de que faremos um bom trabalho", completou.

Também presente à apresentação oficial desta quinta, o ex-jogador Pedrinho falou como novo auxiliar técnico do Cruzeiro. "Foi um enorme prazer ter recebido o convite da diretoria e do Deivid. Estudei para juntar os conceitos técnicos com os de dentro do campo", afirmou o ex-meia de Vasco e Palmeiras, que vinha trabalhando como comentarista na televisão.

Já o novo preparador físico do Cruzeiro, Alexandre Lopes, ressaltou que será um "desafio muito grande" trabalhar na equipe mineira, onde já atuou como jogador. "Fico até um pouco emocionado por estar de volta, estou muito feliz de voltar ao clube que me abriu as portas", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroDeivid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.