Divulgação
Divulgação

Deivid lamenta atitude do Flamengo na quarta e já projeta semifinal

'Faltou jogarmos da forma como sempre jogamos, com atitude', diz 

Estadão Conteúdo

09 de abril de 2015 | 10h25

O Flamengo não passou de um empate por 0 a 0 com o rebaixado Nova Iguaçu, na última quarta-feira, e perdeu a chance de conquistar a Taça Guanabara, que acabou nas mãos do Botafogo. A atitude do time rubro-negro desagradou o interino Deivid, que substituiu o suspenso Vanderlei Luxemburgo.

"Faltou jogarmos da forma como sempre jogamos, com atitude. A ansiedade foi aumentando conforme o tempo foi passando, isso acabou prejudicando. Futebol tem essas coisas, você tem que se preparar. Quando joguei no Santos, Pelé me dizia que fez 1.500 gols na carreira (foram 1.281, na verdade) porque se concentrava mais nos jogos pequenos do que nos grandes", declarou.

O empate também mudou o adversário do Flamengo nas semifinais. Se tivesse terminado na liderança, a equipe enfrentaria o quarto colocado Fluminense. Como ficou em segundo, duelará com o Vasco, que foi o terceiro. "Independente do adversário, tem que se entrar para ganhar. Flamengo sempre que entrar em campo tem que pensar em vitória, em conquista", apontou Deivid.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.