Marcio Cunha/EFE
Marcio Cunha/EFE

Del Nero avisa à Chapecoense que time será declarado campeão da Sul-Americana

Equipe disputará a Libertadores de 2017 e receberá prêmio milionário

Daniel Batista e Gilberto Amendola, enviados especiais a Chapecó, O Estado de S. Paulo

03 Dezembro 2016 | 18h48

A Conmebol vai oficializar nos próximos dias a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana e, assim, o time catarinense vai disputar a Libertadores de 2017. A informação foi dada pelo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ao presidente do clube, Ivan Tozzo.

"A Chapecoense será declarada campeã da Copa Sul-Americana. O presidente (Del Nero) me disse que, inclusive, vamos receber o prêmio de US$ 2 milhões (cerca de R$ 6,9 milhões, concedidos ao vencedor da competição)", afirmou o dirigente catarinense. A entrega do título foi uma sugestão dada pelo Atlético Nacional, que seria o adversário da decisão. O time colombiano se solidarizou com a equipe brasileira e prestou diversas homenagens em seu estádio.

Com a decisão da Conmebol, está certo que Chapecoense e Atlético Nacional se reencontrarão no ano que vem, em pelo menos dois jogos, válidos pela Recopa Sul-Americana, torneio disputado entre os campeões da Libertadores e da competição da qual o time catarinense será declarado o vencedor.

O técnico da equipe colombiana, Reinaldo Rueda, esteve no velório neste sábado e foi bastante ovacionado pelos torcedores da Chapecoense na Arena Condá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.