Del Nero decide não ir a Porto Alegre e Feldman irá para Copa América

Presidente ficará para Assembleia Geral da CBF, quinta-feira

ALMIR LEITE, Estadão Conteúdo

10 de junho de 2015 | 16h21

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, vai perder o jogo da seleção brasileira contra Honduras, na noite desta quarta-feira em Porto Alegre, e também o churrasco que seria preparado para ele. O dirigente resolveu ficar no Rio de Janeiro por causa da Assembleia Geral extraordinária da entidade, que será realizada na quinta-feira. "Ele alegou que tinha de organizar a assembleia, por isso não poderia vir. Também está cansado porque voltou tarde de Brasília. Tivemos de cancelar o churrasco", disse à reportagem o presidente da Federação Gaúcha, Francisco Novelleto.

A viagem feita por Del Nero a Brasília, na terça-feira, foi para ser sabatinado no Congresso por deputados e senadores por conta da grave crise que atinge a CBF e que resultou na prisão de José Maria Marin, ex-presidente da entidade, na Suíça. O atual presidente também não quer ficar muito afastado da entidade. Tanto que não planeja ir ao Chile durante a Copa América.

Mas ele já designou o secretário-geral Walter Feldman para representá-lo. Feldman estará em Temuco domingo, para a estreia da seleção contra o Chile, e também se fará presente nos dias de jogos contra Colômbia e Venezuela. Não está decidido se ele permanecerá todo o tempo no Chile. Uma possibilidade é que vá a Santiago em dias de jogos, voltando ao Brasil em seguida.

A decisão de Marco Polo de enviar um homem de sua confiança para junto da seleção deve-se ao arrependimento, não admitido, da nomeação do publicitário e empresário João Doria Jr. como chefe da delegação. Essa decisão foi tomada antes de explodir o escândalo envolvendo a Fifa e a entidade. Comentou-se até que Doria declinaria do convite.

Como isso não ocorreu, pelo menos até agora, e com crise, Del Nero entendeu ser melhor ter alguém mais tarimbado junto da seleção. O presidente da CBF só irá ao Chile, mas para o final da Copa América, se perceber que o clima melhorou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.