Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Dele Alli diz que está recuperado e reforçará a Inglaterra contra Colômbia

Meia sentiu a coxa direita na estreia da equipe inglesa na Copa, na vitória de 2 a 1 sobre a Tunísia

Estadão Conteúdo

30 Junho 2018 | 12h06

Plenamente recuperado de uma lesão muscular, o meio-campista Dele Alli reforçará a Inglaterra no duelo contra a Colômbia na próxima terça-feira, às 15 horas (de Brasília), em Moscou, pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

+ Sánchez exalta Inglaterra e Kane e minimiza possível baixa de James na Colômbia

+ Tempestade em Moscou causa cancelamento de Fan Fest para oitavas da Copa

+ 'É uma partida de vida ou morte, mas não há pressão', diz técnico da Rússia

"Sim, estou recuperado. Claro que depois da lesão fiquei frustrado por não poder jogar. Mas estive trabalhando duro para ter a garantia de que estava pronto para voltar a campo", declarou em coletiva nesta sábado em Repino, localidade próxima a São Petersburgo, onde a seleção inglesa vem treinando.

O jogador sentiu a coxa direita na estreia da Inglaterra na Copa, dia 18, durante a vitória por 2 a 1 sobre a Tunísia, em Volgogrado, e precisou ser substituído aos 35 minutos do segundo tempo. Apesar de ter voltado aos treinamentos desde o último sábado, ficou de fora da goleada por 6 a 1 sobre o Panamá (no dia seguinte) e da derrota por 1 a 0 para a Bélgica (quinta-feira), resultado que deixou os ingleses na segunda colocação do Grupo G.

O duelo contra os belgas foi cercado de polêmicas, pois a seleção que perdesse, teoricamente, cairia em uma chave mais fraca. "É perigoso pensar dessa maneira. Temos que olhar a próxima partida sempre como a mais importante. Sabemos que não há jogo fácil, temos que nos concentrar no jogo contra a Colômbia. Eles são perigosos, têm um time sólido. Vamos nos concentrar apenas nisso", disse.

 

Dele Alli afirmou que a seleção inglesa tem dado atenção especial para as cobranças de pênalti durante o treinamento. "Tentamos esboçar o que pode acontecer em uma partida, fazer da forma mais real possível. Por isso temos praticado muito", afirmou.

Em relação à Colômbia, o meio-campista destacou o futebol de James Rodríguez, que é dúvida para o jogo por conta de um problema muscular. "Ele é fantástico. Uma grande ameaça. Temos que estar preparado para enfrentá-lo", opinou.

James Rodríguez sofreu uma problema muscular no primeiro tempo da partida contra Senegal na última quinta-feira. A Colômbia venceu por 1 a 0 o duelo e garantiu o primeiro lugar no Grupo H. No entanto, o meio-campista se tornou dúvida para o restante da competição.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.