Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Democracia Corintiana faz 25 anos e é comemorada em festa

Sócrates, Vladimir, Waldemar Pires e Mário Travaglini, alguns dos principais personagens da Democracia Corintiana, estiveram presentes na noite de segunda-feira em um evento em comemoração aos 25 anos do movimento que marcou a história do Corinthians entre 1981 e 1985.O termo foi inventado pelo publicitário Washington Olivetto e traduzia um estilo completamente diferente implantado pelos jogadores do Corinthians e da diretoria. Nele, os atletas participavam de todas decisões do clube por meio do voto, de contratações até concentrações."Democracia é o poder do povo. E ali era o poder do povo corintiano. A gente tinha uma forma de trabalho democrático em um país que vivia uma ditadura", disse o meia Sócrates em entrevista à TV Band.Tudo começou com a péssima campanha de 1981. Em abril daquele ano, o clube elegeu Waldemar Pires como presidente. Ele indicou para a diretoria de futebol o sociólogo Adílson Monteiro Alves, um cartola inexperiente, mas que ouvia os jogadores. E quando os politizados Sócrates e Vladimir (lateral-esquerdo) deram suas opiniões, começou a revolução."Na noite de sábado, antes do jogo de domingo, você tomava uma cervejinha e transava com a esposa. Depois almoçava com a família e todo mundo ia junto para o jogo. Você entrava em campo com tesão", explicou Sócrates.Aliás, em campo, o movimento rendeu gols e títulos. O técnico Mário Travaglini levou o time às semifinais do Brasileiro e ganhou o campeonato paulista de 1982. Mas o movimento tinha seus opositores entre os jogadores. O maior inimigo da Democracia Corintiana foi o atual técnico do clube, Emerson Leão. "Ele não gostava, mas sempre perdia nas votações", brincou Vladimir.Porém, em 1984, a Democracia começou a ruir. Sócrates foi para a Fiorentina e Casagrande para o São Paulo. Em 1985, Pires tentou eleger Alves como sucessor, mas foi derrotado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.