Dengue preocupa o Etti Jundiaí

Enquanto os jogadores do Etti Jundiaí treinam duro para enfrentar o Botafogo, fora de casa, domingo, pela 7ª rodada do Torneio Rio-São Paulo, o departamento médico do clube está preocupado com a epidemia de dengue no Rio."Não há um método específico para se evitar a dengue. Para acabar com ela, é preciso destruir os criadouros. Temos que utilizar muito repelente para afastar os mosquitos", explicou o médico do Etti Jundiaí, Carlos Eduardo Damasceno, que tem orientado os jogadores sobre os cuidados que devem ser tomados.Dentro de campo, o técnico Giba sabe que a vitória sobre o Fluminense, na última rodada, deu mais confiança ao time. Mesmo assim, ele quer evitar uma empolgação exagerada.O treinador deve manter a equipe que venceu o Fluminense. Com isso, o zagueiro Márcio Santos e o atacante Cléber, recém-contratados que ainda não entraram em forma, continuam fora do time.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2002 | 15h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.