Rubens Chiri|Divulgação
Rubens Chiri|Divulgação

'Não fui o único a falhar no gol em La Paz', diz goleiro do São Paulo

Denis afirma que defesa vacilou no lance contra o The Strongest

O Estado de S. Paulo

26 de abril de 2016 | 07h00

O goleiro Denis, do São Paulo, disse nesta segunda-feira que não pode ser considerado o único culpado pelo lance do gol do The Strongest, na última quinta-feira, em La Paz, pela Copa Libertadores. Em entrevista para a Fox Sports, o jogador afirmou que a defesa falhou ao não acompanhar a jogada, que acabou com o gol de cabeça do Cristaldo.

"Vendo agora a responsabilidade é toda minha. Só que mais gente errou no lance. Não é querendo transferir a responsabilidade para o Rodrigo Caio, mas a orientação do Bauza é que a zaga precisa acompanhar o lance para cortar", disse o goleiro, que após a partida, havia negado responsabilidade no lance.

O gol deixou o São Paulo em desvantagem, até Calleri igualar. Nos minutos finais Denis foi expulso e para segurar a vantagem improvisado na posição, o zagueiro Maicon precisou atuar. "Ele foi bem, até agradeci a ele depois do jogo. Mas eu bem que queria que os caras tivessem cruzado umas bolas lentas para mim também", brincou Denis.

A temporada é a primeira de Denis como titular depois de sete anos na reserva. O novo capitão do time admitiu que estava impaciente com a espera, pois contava que Rogério Ceni fosse se aposentar antes do fim de 2015.  "Esperei sete anos para ter oportunidade, mas no último ano que o Rogério jogou, eu fiquei muito chateado. Eu estava fazendo um planejamento muito grande, treinando, psicologicamente, eu vinha me preparando, e ele renova mais um ano", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.