Dentinho diz que reservas do Palmeiras podem bater Flu

Depender do arquirrival para conquistar algum objetivo não é o sonho de nenhuma equipe. Mas esta é a realidade atual do Corinthians, que precisa de pelo menos um empate do Palmeiras contra o Fluminense no próximo domingo, em Barueri, para ter chances de entrar na última rodada necessitando apenas de uma vitória para levantar o troféu de campeão do Campeonato Brasileiro.

RAFAEL VERGUEIRO, Agência Estado

24 de novembro de 2010 | 12h10

No entanto, esta situação inusitada não diminui a confiança do grupo. O atacante Dentinho acredita que os palmeirenses darão "a vida" em campo diante do Flu, mesmo com os reservas. "Eu, se fosse reserva nessa situação, iria querer mostrar meu futebol. É carreira deles que está em jogo, uma grande oportunidade", declarou o jogador, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Além disso, para o jovem atacante corintiano, os cariocas também podem perder pontos na última rodada contra o Guarani no Rio. "Espero que o Guarani vá bem na penúltima rodada para entrar na última com chance de escapar do rebaixamento, porque vão jogar tudo, e será difícil para o Fluminense."

Mas Dentinho reconhece que o Corinthians só está nessa situação - depende de resultados de outros jogos para ser campeão - porque cometeu muitos deslizes em confrontos importantes do Brasileirão. "Vacilamos muito dentro de casa, se não tivéssemos perdido tantos pontos no Pacaembu já poderíamos estar com o título assegurado. Mas não tem nada perdido, a gente sabe que ainda pode ganhar", disse.

RONALDO - Companheiro de Ronaldo no ataque corintiano, Dentinho afirmou que a equipe sentirá muito a ausência do Fenômeno no próximo domingo, contra o Vasco, no Pacaembu. Lesionado, ele só deve voltar a jogar contra o Goiás, na rodada final da competição, em Goiânia.

"Com certeza ele faz muita falta, é um jogador diferenciado. Mas eu estou bem entrosado com o Jorge Henrique, e o Iarley também quando substituiu o Ronaldo sempre foi bem", opinou Dentinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.