Arquivo/AE
Arquivo/AE

Dependente de álcool, Ortega diz que se vê fora do River Plate

Meia-atacante, de 36 anos, revela que deixaria o time argentino sabendo que fez o melhor em cada treino

EFE,

12 de março de 2010 | 18h20

O veterano meia argentino Ariel Ortega, que tenta se recuperar de dependência do álcool, pôs em dúvida seu futuro no River Plate, devido às suas recaídas. O técnico Leonardo Astrada disse nesta sexta-feira que o jogador, de 36 anos, poderá ser relacionado para os próximos jogos da equipe "não está descartado", mas o meia afirmou que se vê mais "fora do que dentro do time".

"Falei com o treinador e ele me disse que terei oportunidades se estiver bem, mas não vejo a situação assim. Acredito que ele me diz a verdade, mas penso outra coisa. Respeito as decisões, mas falo sobre isso porque estou em boa forma e sei jogar futebol", alegou.

 

"Quero que seja julgado como meus companheiros. Não estou pedindo nada de mais a ninguém. Se tiver que sair, irei tranquilo, sabendo que fiz o melhor em cada treino", acrescentou Ortega.

 

Ortega, que foi revelado nas categorias de base do River, teve várias passagens pelo clube. Nesta temporda, faltou ou chegou atrasado a inúmeros treinos por causa de seu problema com o álcool.

 

Por esse motivo, foi emprestado em 2008 a uma equipe da segunda divisão argentina, e acabou reincorporado ao River no ano passado. Em fevereiro, Astrada pediu a colaboração da família do jogador para que ele comece um tratamento de reabilitação.

"O que todos queremos é ajudá-lo, massomente a família pode tomar uma decisão sobre sua internação. Nós não podemos levá-lo a um lugar e trancá-lo", disse o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolalcoolismoOrtegaRiver Plate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.