Depois da vitória, Muricy pede 'paz' para o atacante Adriano

Técnico do São Paulo elogia atuação do Imperador e diz que futebol do atleta crescerá com o entrosamento

18 de janeiro de 2008 | 10h00

O técnico Muricy Ramalho pediu paz para o atacante Adriano, destaque da primeira rodada do Campeonato Paulista ao marcar os dois gols da vitória do São Paulo sobre o Guaratinguetá, no Vale do Paraíba.   Veja também: Classificação Calendário / Próximos jogos Crônica do jogo do São Paulo Adriano valoriza resultado na estréia e elogia adversário Adriano será a sensação do Campeonato Paulista?  BLOG: São Paulo virou time de bad boys? Guia do Paulistão 2008   Para Muricy, o futebol de Adriano crescerá ainda mais ao longo da competição. "Ele não chegou à seleção brasileira e à Inter de Milão de graça. Mas agora chegou a vez de deixar ele um pouco em paz. O Adriano sabe o que pode fazer fora de campo."   Adriano marcou os gols da vitória no segundo tempo, com fortes chutas com a perna esquerda. Muricy, no entanto, acredita que o atleta ainda precisa de entrosamento. "Temos de ter paciência, pois o entrosamento irá melhorar. Para o começo foi bom."   Por sua vez, o atacante são-paulino, que tem contrato de seis meses, afirmou estar preparado para suportar a pressão e mostrar que está totalmente recuperado dos problemas que enfrentou na Itália.   "Não gosto de criar expectativa sobre o que farei ou não. O melhor a fazer é continuar com o trabalho e jogar bola", conta o Imperador. "Eu estou muito feliz por estar no São Paulo. Eu sei que a cobrança sobre mim é muito grande e tenho que lidar com isso."   O torcedor do São Paulo poderá ver Adriano em ação pela primeira vez no Estádio do Morumbi neste domingo, na partida contra o Rio Preto, às 16 horas, em duelo válido pela segunda rodada do Estadual.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCMuricy RamalhoAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.