Felipe Rau/Estadão - 22/11/2013
Felipe Rau/Estadão - 22/11/2013

Depois de péssimo início no Paulistão, São Paulo busca 'estreia' em 2014

Time tricolor recebe o Mogi Mirim, no Morumbi, precisando vencer para ter sossego

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

22 de janeiro de 2014 | 05h02

SÃO PAULO - É verdade que o São Paulo esteve em campo no último domingo, mas a performance contra o Bragantino foi tão ruim que nem sequer dá para dizer que o time estreou de fato na temporada. Agora o Tricolor corre atrás do prejuízo no Campeonato Paulista e tenta se recuperar diante do Mogi Mirim, no Morumbi, às 22h, para começar a mostrar a seus torcedores que neste ano a equipe será bem diferente daquela que fez os são-paulinos arrancarem muitos cabelos em 2013.

O cenário que se desenha é bem claro. Se vencer, o Tricolor apaziguará os ânimos e conseguirá sossego para tocar a vida ao menos até o fim de semana. Uma derrota colocará o time em rota de colisão com a torcida já no segundo compromisso da temporada. As vaias e os pedidos por novos jogadores em Bragança Paulista serviram para mostrar que a paciência dos torcedores está bem curta. "Nosso torcedor está magoado. Eles acham que alguma coisa vai mudar e aí nada acontece no primeiro jogo? Eles vão cobrar, e têm razão em fazer isso", afirmou Luis Ricardo.

Não foram só os torcedores que reprovaram a estreia. Muricy Ramalho resolveu mudar o esquema - ele abortou o 3-5-2 e escalará o time no 4-2-3-1. Osvaldo vai substituir Denilson, bastante criticado pela torcida. "Independentemente de jogarmos com dois ou três atacantes, temos de fazer os gols. Fica mais fácil para encostarmos no Luis Fabiano e fazer os gols de que precisamos", opinou Ademilson, que ocupará o lado direito.

A preocupação de Muricy tem sentido. A exemplo do que aconteceu em boa parte de 2013, no domingo o time teve enormes dificuldades para criar jogadas ofensivas e levar perigo ao adversário. "Ele (Muricy) está tentando achar a equipe ideal para iniciar a competição", justificou Luis Ricardo.

A nova formação foi testada apenas no último treino, sinal de que nem Muricy esperava tantas dificuldades e falhas ofensivas. Ele cobrou maior participação dos laterais para furar a esperada retranca adversária.

SÃO PAULO X MOGI MIRIM

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Wellington, Maicon e Ganso; Osvaldo, Ademilson e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

MOGI MIRIM - Reynaldo; Edson Ratinho, Álvaro, Mirita e Leonardo; Magal, Elanardo, Vitinho e Everton Sena; Magrão e Serginho. Técnico: Ailton Silva.

Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira; Horário - 22 horas; TV - Pay-per-view; Local - Morumbi, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.