Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Depois de renovação polêmica, Lugano pode voltar para o banco

Equatoriano Arboleda está com a documentação regularizada e poderá estrear domingo

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2017 | 07h00

Depois de ser o pivô de uma polêmica sobre a renovação de seu contrato e estender o vínculo até o final do ano, o zagueiro Diego Lugano pode voltar para o banco de reservas no jogo de domingo, diante do Santos, na Vila Belmiro. O zagueiro equatoriano Robert Arboleda teve sua documentação regularizada no final da tarde desta quinta-feira e poderá fazer sua estreia.

Pelo que mostrou nos treinamentos, ele poderá uma chance entre os titulares. Ele vinha atuando regularmente pela Universidad Católica de Quito e está treinando normalmente desde a semana passada. O São Paulo pagou cerca de US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 6,5 milhões) para acertar contrato com ele até o fim de 2020.

Lugano ganhou uma chance como titular nos dois últimos jogos em função do afastamento de Lucão. O zagueiro ficou bastante incomodado com a maneira como a diretoria conduziu a renovação, que concluída pouco dias antes do fim do contrato. Além disso, ele recebeu uma proposta de uma festa de despedida no final do ano, mesmo sem ter a intenção de se aposentar.

O carinho da torcida, a posição de liderança no elenco e a crise da equipe foram alguns dos fatores que influenciaram na decisão de continuar por mais seis meses.

O auxiliar Pintado terá agora cinco opções para a defesa no domingo. Além de Arboleda e Lugano, Rodrigo Caio, Douglas e Éder Militão estarão à disposição. A tendência é que Arboleda e Rodrigo Caio formem o miolo de zaga diante do Santos. Ou o auxiliar poderá atuar a formação com três zagueiros, que já havia sido abandonado por Rogério Ceni antes da demissão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.