André Lessa/AE
André Lessa/AE

Depois do título, São Paulo nega crise na categoria de base

Presidente Juvenal Juvêncio voltou a criticar a ação dos empresários e alfinetar os clubes adversários

André Avelar , Agencia Estado

25 de janeiro de 2010 | 15h34

Com o troféu da Copa São Paulo de Futebol Júnior em mãos, o presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio logo tratou de espantar um possível clima de crise que rondava a categoria de base. Desde o imbróglio com os jovens Oscar e Diogo - os dois pediram na justiça a rescisão de contrato - o clube vinha sendo visto com desconfiança, travando verdadeiras batalhas com advogados e empresários.

 

Com a munição reforçada, Juvenal Juvêncio atacou a ação daqueles que tentam tirar os jovens jogadores do time do São Paulo. O presidente garante que o Centro de Treinamento de Cotia, onde abriga os atletas de juniores não está ameaçado.

 

"Esse título da Copa São Paulo mostra que nosso trabalho é claro e transparente. Temos 100% dos direitos federativos de todos os atletas da base, ao contrário de outros clubes, que fatiam tudo com empresários", disse Juvenal. "Os jogadores são vítimas. Espero que eles voltem à liberdade, já que foram sequestrados por uma pessoa que não tem nada a ver com o futebol", completou o dirigente, em clara referência ao empresário Giuliano Bertolucci.

 

Ronieli, atacante que marcou o gol do São Paulo que levou a disputa do título para a disputa de pênaltis, também negou haver um conflito entre dirigentes e jogadores da base do clube. "Não tem crise na base e o grupo está unido, é muito forte", garantiu.

 

O jogador ainda festejou o belo gol que marcou ao acertar um belo chute de primeira, da entrada da área. "Foi o gol mais bonito que eu fiz na minha carreira pela importância, por ser uma final, e foi bonito também. Sempre fico no primeiro pau, mas foi intuição ficar fora da área, pois as bolas pingavam por ali e eu poderia aproveitar", revelou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.