Ed Ferreira | Estadão
Ed Ferreira | Estadão

Deputado anuncia que entrará na Justiça para vetar Copa América no Brasil

Júlio Delgado (PSB-MG) informou nesta segunda-feira que irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar competição no País

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2021 | 16h08

O deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) informou nesta segunda-feira que pedirá ao Supremo Tribunal Federal (STF) o cancelamento da Copa América no Brasil - pela manhã, a Conmebol anunciou que o País abrigará o evento. A Colômbia e a Argentina já rejeitaram receber o torneio por causa da pandemia.

"Estou entrando na Justiça contra a realização da Copa América no Brasil. Um absurdo! Trago mais informações ao longo do dia", escreveu no Twitter.

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, conversou com o presidente Jair Bolsonaro, que apoiou a iniciativa de imediato. Também afirmou que teve o aval dos Ministérios da Casa Civil, da Saúde, das Relações Exteriores e da Secretaria Nacional do Esporte. Ele ainda acrescentou que o Brasil, mesmo com mais de 450 mil mortos pelo coronavírus, "vive um momento de estabilidade (em relação à pandemia)."

Apesar do apoio nacional, a Conmebol já começou a ter problemas com os Estados. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), declarou que a região não receberá partidas do torneio em razão do "atual cenário epidemiológico". No último sábado, Pernambuco bateu recorde de novas infecções pela covid-19. Ao todo, foram registrados 5.576 casos da doença em 24 horas. A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública é dramática e já atinge os 98%. Nos hospitais privados não é diferente. Cerca de 86% dos leitos estão ocupados por pacientes diagnosticados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Além da Arena Pernambuco, Brasília é cogitada para ser sede de abertura. Arena das Dunas, em Natal, também pode receber jogos. A final seria no Maracanã. A Arena da Amazônia deve ser descartada pela distância.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.