Deputado cobra explicação de Citadini

Antônio Roque Citadini terá de dar explicações nos próximos 30 dias se não quiser ter problemas em sua atuação como vice-presidente de futebol do Corinthians e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE). O deputado estadual Wagner Salustiano (PSDB-SP) entrou nesta sexta-feira com requerimento na Assembléia Legislativa pedindo explicações sobre as atividades do dirigente corintiano."Não é brincadeira ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Ele tem uma série de mordomias, carro, assessores, seguranças... E, no entanto, o que mais a gente vê é o senhor Citadini viajando com o Corinthians, participando dos negócios com jogadores", reclamou o deputado, de 48 anos, também corintiano. "Acho que como dirigente ele é bom, mas é um homem público. Se não responder com que freqüência esteve por semana no TCE nos últimos dois anos, pode ser preso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.