Divulgação
Divulgação

Em viagem à China pela CBF, deputado falta à sessões na Câmara

Parlamentar é diretor de Assuntos Internacionais da entidade

Raphael Ramos , O Estado de S.Paulo

28 Agosto 2015 | 19h10

Texto atualizado às 16h do dia 31 de agosto

O deputado federal Vicente Cândido (PT-SP), que também é diretor de Assuntos Internacionais da CBF, está em Pequim tratando de negociações em nome da entidade e faltou às últimas quatro sessões deliberativas na Câmara. O parlamentar viajou à China para fechar parcerias entre a CBF e a Associação Chinesa de Futebol (CFA) e esteve ausente da Câmara nos dias 20, 25, 26 e 27. 

A Câmara informou que o Cândido ainda não apresentou justificativa nem pediu licença. O parlamentar tem 30 dias para entregar a documentação à Presidência da Casa.

As faltas nas sessões deliberativas deverão ser descontadas proporcionalmente do seu salário bruto, que é de R$ 33.763,00. As ausências só não são descontadas caso o parlamentar comprove que se encontrava em missão oficial dentro ou fora do País ou em caso de doença, licença-maternidade, licença-paternidade, falecimento de pessoa da família e acidente.   

Cândido só deve retornar a Brasília na segunda-feira. A assessoria do parlamentar alega que ele avisou à Presidência da Câmara que iria viajar à China e que quando retornar ao Brasil resolverá o "mal entendido".   

De acordo com a CBF, o deputado encontrou-se em Pequim com o vice-presidente da Associação Chinesa de Futebol (CFA), Lin Xiaohua, para "discutir a internacionalização da marca da CBF e a divulgação do futebol brasileiro". A entidade pretende organizar torneios com atletas dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Cândido também visitou a sede de um site de busca chinês.

Desde a prisão do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, em maio, em Zurique, o presidente Marco Polo Del Nero tem evitado deixar o Brasil e escalou seus diretores para representar a entidade fora do País. O dirigente não foi à Copa América, no Chile, à reunião do Comitê Executivo da Fifa, na Suíça, e ao sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo, na Rússia. 

RESPOSTA

Nesta segunda-feira, Vicente Cândido encaminhou ao Estado documento datado do dia 20 de agosto, no qual comunica à Presidência da Câmara sobre a viagem à China. Ainda de acordo com a assessoria do parlamentar, ele visitou em Pequim dois bancos que estão entre os maiores do mundo, se reuniu com o presidente da maior empresa de agricultura na China e esteve na sede de uma indústria do ramo de engenharia. Cândido é presidente da Comissão de Fiscalização Financeira da Câmara.

Mais conteúdo sobre:
CBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.