Deputados divergem no depoimento

Durante os 5 minutos em que assumiu interinamente a presidência da CPI da CBF/Nike, o deputado José Lourenço (PMDB-BA) repudiou as insinuações do deputado Jurandil Joarez (PMDB-AP) de que o ex-presidente do Flamengo, Kléber Leite, teria emitido um cheque no valor de R$ 150 mil para pagar um sítio em Petrópolis ou um apartamento na cidade do Rio de Janeiro adquirido junto ao Sport Club Recife. Segundo Lourenço, Jurandil "não pode insinuar um assunto desta responsabilidade sem provas". Mas Jurandil insistiu que Kléber Leite emitiu um cheque nominal ao Sport Club Recife no valor de R$ 150 mil. O ex-presidente do Flamengo não soube explicar as razões pelas quais teria emitido o cheque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.