Derrota não abala otimismo dos jogadores do Cruzeiro

O Cruzeiro tinha a possibilidade de seguir na perseguição do líder Grêmio neste sábado, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Mas o fato de enfrentar um time candidato ao rebaixamento não foi suficiente para que o clube mineiro conseguisse os três pontos, que o deixariam na vice-liderança. Mesmo com a derrota por 1 a 0, os jogadores do Cruzeiro gostaram da atuação da equipe, e apontaram a expulsão do zagueiro Thiago Heleno, ainda aos 19 minutos do primeiro tempo, como o maior obstáculo à vitória. "Jogar com um a menos é difícil, mesmo assim criamos as oportunidades", disse o atacante Guilherme. "O time jogou bem, a maior parte com um jogador a menos. Tivemos a maioria da posse de bola mesmo com um jogador a menos", afirmou o goleiro Fábio.Já para o lateral-direito Jonathan, a expulsão de Heleno não foi o principal fator para a derrota. "Não sei se foi determinante. Sei que com um número de homens igual ao do Atlético nossa equipe tem mais qualidade. Pressionamos o tempo todo, não conseguimos fazer o gol. Acho que o resultado poderia ter sido melhor para a nossa equipe", disse.Na terceira colocação, com 55 pontos, o Cruzeiro pode ver a diferença para o líder diminuir na próxima rodada. E só depende do time mineiro, já que a equipe recebe justamente o Grêmio no Mineirão, na quarta-feira. "Não tenho dúvida que nossa equipe jogou bem e podemos sair com um resultado melhor contra o Grêmio", disse Jonathan. "Nosso grupo é forte e pode reverter a situação", confirmou Guilherme, também otimista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.