Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Derrota não abala planos da Ponte

Embora a Ponte Preta tenha perdido a invencibilidade no Campeonato Brasileiro, sábado, no Palestra Itália, quando levou 3 a 0 do Palmeiras, o técnico Estevam Soares acredita que o time não vai perder a determinação mostrada nos primeiros jogos. Ele acha que uma derrota "não pode alterar o planejamento do clube". Sendo assim, na apresentação do elenco, nesta segunda-feira, a principal preocupação de Estevam será conversar bastante com os jogadores. Ele também quer reforçar junto ao grupo que "não há condições de se vencer qualquer adversário com um jogador a menos? como aconteceu diante do Palmeiras. O lateral-esquerdo Bill foi expulso logo aos oito minutos por reclamação e teria atrapalhado "o plano tático do time". O técnico diz que foi obrigado a promover várias mudanças contra sua vontade. "Tive que tirar um atacante, o Anselmo, e depois ainda tirei o Vander, que é um homem que chega mais na frente." Durante a semana, o técnico terá que pensar nos substitutos de Bill e do volante Marcus Vinícius, que foram expulsos e terão que cumprir suspensão automática. Alan pode ser escolhido na lateral-esquerda e no meio campo pode acontecer a estréia do volante Flávio, ex-Palmeiras, que começou a treinar há alguns dias no Majestoso. Ele, porém, está sem ritmo, pois não disputa um jogo oficial desde o ano passado quando defendeu o Internaciona-RS. Apesar do tropeço, a Ponte se mantém no bloco de frente do Brasileiro, com 10 pontos. E pretende aproveitar bem o fato de atuar em casa, na próxima rodada, quando recebe o Coritiba. O time mantém 100% de aproveitamento em casa, com duas vitórias, sobre Corinthians, por 3 a 2, e Goiás por 2 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.