Derrota não ameaça cargo de Vadão

Apesar da eliminação da Copa do Brasil no meio-de-semana e da derrota deste sábado para o Corinthians, o técnico Oswaldo Alvarez continua prestigiado pela diretoria da Ponte Preta. Quem garante é o vice-presidente de futebol do clube, Marco Antônio Erbelim. "Ele está mantido, vem fazendo um grande trabalho e não tem porque ser demitido." O treinador estava indignado com a arbitragem de Anselmo da Costa. "Primeiro, ele foi muito rigoroso na expulsão. E depois, no lance crucial do jogo, quando estava 2 a 1, o Alex finalizou, dentro da área, a bola bateu na mão do jogador do Corinthians e ele não deu o pênalti. É duro sempre ser prejudicado pelos árbitros," afirmou, lembrando que o time teve um gol legítimo de Washington, anulado diante do Juventude, quarta-feira. Kléber, o autor do possível pênalti, desconversou. "Não lembro deste lance."

Agencia Estado,

16 Março 2002 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.