Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Derrota não tira ânimo do Ituano

Nem a derrota do Ituano para o Brasiliense, por 2 a 0, sábado em Taguatinga, vai atrapalhar os planos do time paulista em chegar ao quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B. Quem garante é o técnico Leandro Campos, que se mostrou confiante em buscar uma das duas vagas dentro do Grupo A. Ele baseia sua tese em dois aspectos: o time ainda fará dois jogos e só precisa, teoricamente, mais três pontos dentro de uma disputa muito equilibrada. ?Neste momento a minha preocupação é manter o alto astral do elenco, uma vez que perdemos um jogo que poderíamos perder: contra um adversário forte e fora de casa?, comentou Campos. Ituano e Brasiliense têm sete pontos, mas o time candango leva a vantagem no saldo de gols ? 3 a 0. Na próxima rodada, o Galo de Itu vai enfrentar o Santa Cruz, que soma cinco pontos, em Recife, encerrando sua participação em casa diante do Fortaleza, que só tem dois pontos e está praticamente eliminado. Se o técnico considerou tudo normal, o supervisor Homero Santarelli reclamou muito da pressão extra-campo sofrida no Estádio Serejão. O caso mais grave aconteceu depois do jogo, quando o lateral direito Lima acabou atingido por uma garrafa enquanto concedia entrevista para o Sportv. ?O caso foi grave. Espero que o STJD puna o clube por este fato lamentável?, afirmou irritado o supervisor. A comissão técnica acompanhou pela manhã a vitória do Ituano sobre o América, por 4 a 2, classificando o time para a terceira fase da Copa FPF. O último gol foi marcado por Rômulo, artilheiro do time na Série B com nove gols.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2004 | 16h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.