Frank Fife/AFP
Frank Fife/AFP

Derrota para Austrália pode ter sido despedida de Marta em Mundiais

Craque estará com 33 anos na próxima Copa, na França, em 2019

Estadão Conteúdo

21 de junho de 2015 | 19h01

A derrota deste domingo para a Austrália por 1 a 0, no Canadá, pelas oitavas de final do Mundial de futebol feminino, pode ter marcado a despedida de Marta dos Mundiais. Ela estará com 33 anos no próximo Mundial, que será realizado na França, em 2019.

Eleita cinco vezes consecutivas a melhor jogadora de futebol do mundo (2006 a 2010), Marta não fez um campeonato brilhante. Anotou apenas um gol, de pênalti, na estreia, contra a Coreia do Sul na vitória por 2 a 0. Foi bem marcada nos três jogos que disputou e neste domingo, contra a Austrália, não desequilibrou. Deixou o gramado abatida com o resultado.

O foco de Marta, agora, será a Olimpíada do Brasil, ano que vem no Rio de Janeiro, onde o país também busca a inédita medalha de ouro, depois de duas pratas em Jogos Olímpicos (2004 em Atenas, e 2008 em Pequim).

"O futebol não dá tempo de pensar muito. Infelizmente já temos outra competição pela frente e talvez seja interessante tentarmos deixar de lado as coisas que não conseguimos neste Mundial. O Pan vai ajudar a manter esse foco até mesmo para podermos aproveitar tudo o que foi construído até aqui para as Olimpíadas", analisou Marta.

A brasileira não disputará os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, a partir do mês que vem. A jogadora não foi liberada pelo seu clube, o Rosengard, da Suécia, porque a competição não se encontra oficialmente inserida no denominado "calendário FIFA".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.