Derrota para o ASA faz Palmeiras mudar

A trágica eliminação do Palmeiras na primeira fase da Copa do Brasil, na quarta-feira, ainda tem reflexos no técnico Vanderlei Luxemburgo. Nesta sexta-feira, ele tomou uma atitude no mínimo estranha. Chamou os jogadores para o treino coletivo e escalou entre os titulares o lateral-esquerdo Jorginho, de 20 anos, que vinha defendendo o Palmeiras B. Por isso, Adauto ficou entre os reservas. Tudo seria normal se Jorginho pudesse enfrentar o América-RJ, no domingo, pelo Torneio Rio-São Paulo.O jogador, no entanto, ainda não foi inscrito e, por isso, não poderá ficar nem no banco. ?Pus o Jorginho só para sentir como ia entre os profissionais, mas já sabia que não iria jogar?, justificou Luxemburgo, fazendo questão de deixar claro que estava bem informado. Embora procurasse esconder, Adauto ficou visivelmente abatido com a situação. E reconheceu que não vem conseguindo jogar bem. A partida diante do América poderá ser sua última como titular. Jorginho será inscrito na semana que vem, no lugar de Neto, emprestado ao Santa Cruz, e deverá ficar com a vaga.O jovem atleta é pouco conhecido dos titulares, mas já tem um título atuando pelo profissional. Em julho de 2000, conquistou a Copa dos Campeões, no Nordeste, sob o comando de Flávio Teixeira, o Murtosa, auxiliar de Luiz Felipe Scolari na seleção brasileira. Ele teve boas atuações e foi, posteriormente, aproveitado pelo treinador Marco Aurélio. Não conseguiu, porém, manter o rendimento e voltou para o Palmeiras B, com o qual disputa a Série A3 do Campeonato Paulista. Sua atuação contra o Osasco, quinta-feira, chamou a atenção de Luxemburgo.O treinador entendeu bem o recado do presidente Mustafá Contursi e do restante da diretoria e vai mudar o esquema da equipe, que não terá três volantes no domingo. O meia Fernandes substitui Magrão, contundido, para dar mais poder ofensivo ao time, o que faltou contra o ASA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.