Desafio do Grêmio agora é vencer em casa

O Grêmio enfrenta o São Paulo nesta quarta-feira, no Olímpico, com o inesperado desafio de vencer uma partida em casa pelo Campeonato Brasileiro. Ao contrário das duas temporadas anteriores, quando foi quase imbatível em Porto Alegre e sofreu como visitante, o time tricolor acaba de empilhar três vitórias consecutivas fora combinadas com dois tropeços diante de sua torcida - empate contra o Flamengo e derrota para o Palmeiras.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 09h06

O clube gaúcho é 10º colocado na classificação, com 33 pontos, e pode ultrapassar o próprio adversário do jogo, que é nono, com 34 pontos. Se perder, corre o risco de cair duas posições.

O técnico Renato Gaúcho terá de recorrer a quatro reservas para escalar o time. O volante Fábio Rochemback e o meia Souza estão contundidos, enquanto que os laterais Gabriel e Fábio Santos cumprem suspensão. Os prováveis substitutos são, respectivamente, Lúcio, improvisado no meio-campo, Roberson, Edilson e Gilson.

Na tentativa de evitar os erros e o nervosismo dos dois jogos mais recentes disputados no Olímpico, o treinador deve pedir que os jogadores do meio-de-campo se aproximem mais dos atacantes e tenham calma para reter a bola. Contra o Flamengo e o Palmeiras, os volantes ficaram muito distantes dos meias e atacantes. Os adversários perceberam e usaram o espaço livre para articular suas jogadas e criar dificuldades para o Grêmio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.