Miguel Locatelli/Atlético-PR
Miguel Locatelli/Atlético-PR

Descansado, Atlético-PR aposta em pressão para superar Grêmio

Equipe vem de vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo, também dentro da Arena da Baixada, em Curitiba

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2018 | 07h18

O Atlético-PR teve uma semana completa para trabalhar com o técnico Tiago Nunes. Como a partida com a Chapecoense foi adiada na última quarta-feira, devido ao mau tempo em Chapecó, o time conseguiu acertar o posicionamento dos jogadores antes de enfrentar o Grêmio neste sábado, às 19 horas, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada.

A equipe vem de vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo, também dentro da Arena da Baixada, em Curitiba. Descansado, o time quer aproveitar os primeiros minutos do jogo para pressionar o Grêmio. Desta forma atropelou o clube carioca no último domingo, quando fez seus gols em apenas 21 minutos.

Mesmo com o resultado positivo, o clube paranaense segue na zona de rebaixamento, com 18 pontos. Só que tem duas partidas a menos que os seus concorrentes diretos pela permanência na primeira divisão. E vem de quatro resultados positivos: dois empates e duas vitórias. Se vencer novamente dentro de casa, já pode respirar fora da degola.

Sem nenhum desfalque em relação ao time que venceu o Flamengo, Tiago Nunes não tem problemas para escalar a equipe. O atacante Marcelo Cirino e o zagueiro Paulo André seguem no departamento médico, como já era esperado, mas eles não vinham atuando.

"Essa sequência é muito boa. O fator casa tem que prevalecer para que a gente possa sair dessa situação", destacou Renan Lodi, que completou: "Sabemos que é uma das melhores equipes do Brasil, então temos que estar preparados", concluiu.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.