Andrew Couldridge/Reuters
Andrew Couldridge/Reuters

Deschamps celebra vaga antecipada, mas admite: 'A França ainda não se soltou'

Técnico admite que seleção francesa ainda não mostrou seu melhor futebol

Estadão Conteúdo

21 Junho 2018 | 16h22

A seleção francesa garantiu vaga antecipada às oitavas de final da Copa do Mundo nesta quinta-feira, ao derrotar o Peru por 1 a 0, em Ecaterimburgo. Mesmo sem ser brilhante, o time europeu contou com boa exibição na primeira etapa para vencer pela segunda vez e confirmar a ida às oitavas de final.

+ Croácia faz 3 a 0 e deixa Argentina em situação complicada na Copa do Mundo

+ Com auxílio do VAR, Austrália busca empate contra Dinamarca e segue viva na Copa

"Nós sofremos no segundo tempo, tivemos certo dificuldade para roubar a bola e quando roubávamos, não conseguíamos mantê-la. Mas acontecia o mesmo com o Peru. É nossa segunda vitória, estamos classificados, era nosso objetivo. Há uma grande satisfação com o que os jogadores fizeram hoje", declarou o técnico Didier Deschamps.

O próprio treinador, no entanto, admitiu que a seleção ainda não rendeu o esperado. Se na estreia sofreu para vencer a Austrália, por 2 a 1, nesta quinta viveu de bons momentos apenas na etapa inicial. Deschamps considerou que "a França ainda não se soltou".

Mas o técnico avaliou com natural este início devagar e projetou evolução de seus comandados. Quem sabe, no último jogo da primeira fase, diante da Dinamarca, terça-feira que vem, em Moscou, quando os franceses precisam apenas do empate para garantir a primeira colocação do Grupo C.

 

"A busca pela liderança será nosso objetivo para o terceiro jogo. Nós vamos saborear porque vencemos os dois primeiros jogos, o que não é o caso para todo mundo. Não vamos nos inflamar, porque a meta foi alcançada", considerou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.