Christophe Simon/AFP
Christophe Simon/AFP

Deschamps dá méritos aos jogadores por vitória: 'Estamos na final graças a eles'

Técnico elogia atuação inteligente de franceses na vitória sobre a Bélgica por 1 a 0 na semifinal da Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

10 Julho 2018 | 17h58

O técnico Didier Deschamps creditou aos jogadores a vitória sobre a Bélgica por 1 a 0 nesta terça-feira, em São Petersburgo, que levou a França à final da Copa do Mundo da Rússia. Os franceses aguardaram o vencedor de Inglaterra e Croácia, que se enfrentam nesta quarta-feira, em Moscou, para saber quem vai encarar na grande decisão, marcada para o próximo domingo, às 12 horas (de Brasília) no estádio Luzhniki, em Moscou.

+ França vence a Bélgica por 1 a 0 e vai à final da Copa do Mundo

+ TEMPO REAL - França 1 x 0 Bélgica

+ Apesar de boicote diplomático, Macron vê jogo da França em São Petersburgo

Acostumado a responder a perguntas sobre a inexperiência do elenco francês, Deschamps deu os méritos do triunfo aos jogadores, que, segundo ele, são jovens, mas não sentiram a pressão de uma semifinal de Mundial e tiveram personalidade.

"Realmente uma coisa excepcional. Estou muito feliz pelos jogadores, que são jovens, muito talentosos e têm personalidade. Em relação ao grupo, estamos juntos há 49 dias, aconteceu muita coisa. O mérito é de todos. A partida é dos jogadores. Estamos na final graças a eles", declarou o treinador após a partida.

Deschamps enalteceu os belgas, que valorizaram a vitória francesa, e revelou ainda estar "entalado" com a perda do título da Eurocopa em 2016. Na ocasião, os franceses foram derrotados na final por 1 a 0 para Portugal na prorrogação e ficaram sem o título da competição, que foi realizada na França.

"Foi duro, a Bélgica é uma grande equipe. O gol fez bem, tivemos que trabalhar muito a bola. Poderíamos ter tido mais vantagem, com as chances perdidas nos contra-ataques, mas está ótimo", disse. "Há dois anos ainda não digeri a perda da final da Eurocopa. Agora vamos esperar para saber quem será o nosso adversário", completou o treinador.

 

Se a França conquistar o Mundial, Deschamps irá entrar para o seleto grupo que venceu o Mundial como jogador e como técnico. Ele participou da campanha do único título dos franceses em Mundiais, conquistado em 1998, em casa, com a vitória por 3 a 0 na final diante do Brasil de Rivaldo e Ronaldo. Franz Beckenbauer e Zagallo são os únicos até hoje que ostentam esse feito.

O brasileiro venceu como jogador as Copa de 1958, na Suécia, e 1962, no Chile, e em 1970 levantou o troféu como treinador. Dentro das quatro linhas, o alemão foi campeão em 1974, na Alemanha, como capitão da equipe. Em 1990, na Itália, à beira do gramado, conduziu a seleção alemã ao tricampeonato.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.