Francois Mori/AP - 26032013
Francois Mori/AP - 26032013

Deschamps diz que França tropeçou porque perdeu gols

Segundo treinador, ineficiência do ataque na hora de finalizar foi fatal para a equipe

AE, Agência Estado

27 de março de 2013 | 10h57

PARIS - O técnico Didier Deschamps culpou a incapacidade da seleção francesa de transformar as oportunidades que criou em gols pela derrota da equipe por 1 a 0 para a Espanha, em casa, nesta terça-feira, pelo Grupo I das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2014. Assim, minimizou o domínio que o espanhóis tiveram do controle da posse de bola na partida.

"A Espanha teve mais posse de bola, mas isso não é uma surpresa. A coisa mais irritante é que tivemos mais oportunidades do que eles e é aí que somos culpados, embora no primeiro tempo tenhamos nos defendido bem", disse o técnico da França, lamentando as conclusões erradas de Ribery, Matuidi, Varane e Benzema.

O treinador, porém, evitou citar nominalmente os jogadores que decepcionaram diante da Espanha e lembrou que a equipe enfrentou um adversário que está dominando o futebol mundial. "Em uma performance coletiva, não vou destacar as que não foram bem sucedidas, mas havia um adversário de qualidade contra quem era muito difícil de se defender", disse. "Esta é uma equipe que tem três títulos no bolso, eles são os melhores", completou.

Deschamps também defendeu Benzema, que completou a 12ª partida sem fazer gols pela França e foi vaiado pela torcida. "Há muito debate, infelizmente, mas isso não o ajuda e não nos ajudará", disse. "Karim fez parte da equipe e fez coisas boas. Ele não encontrou o caminho para o gol, mas ele participou do jogo e fez coisas interessantes."

Com a derrota, a França caiu para a segunda colocação do Grupo I, com 10 pontos, um a menos do que a líder Espanha. Pelas Eliminatórias, a equipe volta a jogar contra a Geórgia, fora de casa, no dia 6 de setembro. Os próximos compromissos são amistosos contra Uruguai, em 4 de junho, e Brasil, em 9 de junho, nas cidades de Montevidéu e Porto Alegre, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.