Deschamps quer comportamento 'exemplar' de franceses

Novo técnico da seleção francesa, Didier Deschamps espera que seus jogadores tenham comportamento "exemplar" no amistoso desta quarta-feira, contra o Uruguai, em Le Havre (FRA), no jogo que marcará a estreia do novo comandante da equipe nacional. E ele cobrará esse tipo de atitude no decorrer do seu trabalho no cargo.

AE-AP, Agência Estado

14 de agosto de 2012 | 10h34

Deschamps assumiu a seleção no mês passado, após Laurent Blanc recusar a proposta de renovar o seu contrato por mais dois anos depois que a França foi eliminada pela Espanha nas quartas de final da Eurocopa, em junho. Ao herdar o cargo, o novo treinador deixou claro que não irá aceitar qualquer deslize na parte disciplinar.

Deschamps exibiu sua preocupação com o comportamento dos jogadores ao deixar fora desta última convocação da seleção francesa o volante Yann M''Vila e o atacante Hatem Ben Arfa por causa do comportamento dos dois em campo na última Eurocopa. Na competição, o primeiro deles chegou a se recusar a apertar as mãos de Blanc após ser substituído, enquanto Arfa entrou em conflito com o ex-treinador da seleção francesa.

"O que é importante pra mim é estabelecer de forma rígida uma moldura para todos e as regras de comportamento", ressaltou Deschamps, que usará o amistoso desta quarta como preparação da França para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. A equipe francesa estreará no qualificatório europeu no dia 7 de setembro, contra a Finlândia, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.