Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Daniel Teobaldo / Cruzeiro
Daniel Teobaldo / Cruzeiro

'Descontente', Mano lamenta erro da defesa e empate do Cruzeiro

Time celeste não pode mais alcançar o Atlético na primeira fase do Estadual

Estadao Conteudo

28 de março de 2017 | 10h18

O técnico Mano Menezes não escondeu a insatisfação com a atuação da defesa do Cruzeiro nos instantes finais da partida contra o Uberlândia. Jogando no Parque do Sabiá, o time da capital sofreu o gol de empate, por 2 a 2, nos acréscimos da partida, e viu ser encerrada a chance de terminar a primeira fase do Campeonato Mineiro na liderança da tabela.

"Deixamos escapar no final, na hora de fechar o jogo, de uma maneira que nos deixa descontentes, porque esperávamos a jogada, sabíamos que eles iriam fazer. Colocamos um segundo volante, que foi o Lucas Silva, para fechar a frente da área. Tomamos uma bola muito longa para entrar no sistema defensivo para deixar o centroavante fazer o pivô e veio o gol do empate", lamentou o treinador.

Mano, porém, reconheceu os méritos do adversário, que abriu o placar no primeiro tempo e depois levou a virada do Cruzeiro. "Foi um jogo duro, bem disputado. Tomamos um gol cedo. Depois tivemos méritos de controlar o jogo e buscar o empate no primeiro tempo. Viramos no segundo, com o gol do Ábila. O Uberlândia teve algumas chances, principalmente de bolas de laterais, que eles trabalham, e bolas de rebote."

Para o treinador cruzeirense, o empate foi justo. "Não podemos dizer que foi injusto o jogo. As duas equipes tiveram oportunidades. Acho que, depois do 2 a 1, poderíamos ter aproveitado melhor os contra-ataques, mas não dá para dizer que foi um jogo folgado, que tínhamos que construir obrigatoriamente uma vitória, porque não foi assim que aconteceu", avaliou.

Com 21 pontos na segunda posição da tabela, o Cruzeiro não tem mais como alcançar o líder Atlético-MG, que tem 27 pontos e segue com 100% de aproveitamento, pois agora faltam apenas duas rodadas para o término deste estágio da competição. Mesmo que os atleticanos sejam derrotados nas duas últimas rodadas e a equipe celeste vença os dois confrontos seguintes, ainda não alcançarão os arquirrivais porque o time alvinegro já conta com três vitórias a mais (9 a 6), primeiro critério de desempate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.