Lucas Merçon / Fluminense FC
Lucas Merçon / Fluminense FC

Desejo de Palmeiras e Internacional, Abel Braga fala em ficar no Fluminense

Treinador diz ter vontade de cumprir o contrato de dois anos com o clube carioca

Estadão Conteúdo

21 Novembro 2017 | 07h06

Abel Braga é o técnico mais assediado do Campeonato Brasileiro. Além de ser cotado para assumir Palmeiras e Internacional em 2018, tem mais um ano de contrato a cumprir com o Fluminense. Questionado sobre uma possível saída, foi enfático ao afirmar o desejo de permanecer nas Laranjeiras.

+ Interino agradece chance, mas Inter diz que buscará técnico para 2018 após acesso

+ Valentim deixa futuro em aberto e cita trabalhar em outra equipe

"Se eu assinei um contrato de dois anos é porque quero cumprir. Não é o torcedor que vai garantir. Quem vai garantir é o presidente do clube", afirmou o treinador.

Abel Braga chegou a ter o trabalho contestado em alguns momentos no Fluminense, mas por tudo que enfrentou durante o ano com o time, além da morte do seu filho, acabou sendo bancado pela diretoria, que deixou para falar da permanência do treinador apenas no final da temporada.

"Como falei, tenho contrato. Mas vou sentar e conversar com o presidente. Ele sempre foi muito verdadeiro e sei que não vai faltar com a verdade. Não podemos, no próximo ano, passar as mesmas dificuldades que passamos nesse ano. Eu quero ficar. Existe uma identidade muito forte", completou o comandante.

O treinador é considerado plano A no Internacional, que acaba de voltar para a primeira divisão nacional e demitiu Guto Ferreira, e no Palmeiras. O time paulista vem sendo comandando interinamente por Alberto Valentim.

A vitória por 2 a 0 diante da Ponte Preta confirmou o Fluminense na elite do futebol brasileiro. O time carioca subiu para a 14.ª colocação, com 46 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.