Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Desembarque do São Paulo tem confusão entre seguranças e torcedor

Elenco voltou de Salvador nesta quinta-feira e foi xingado por um torcedor, que levou chute de um segurança do clube

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2019 | 18h53

O desembarque do São Paulo na tarde desta quinta-feira, no Aeroporto de Congonhas, foi marcado por uma confusão entre seguranças do clube e um torcedor. Quando a delegação passava pelo saguão, o torcedor xingou os jogadores e pediu para eles "honrarem o clube". Em seguida, ele foi empurrado pelos seguranças e levou um chute.

Após o episódio, o São Paulo se manifestou em uma nota divulgada pelo Twitter oficial do clube: "O SPFC lamenta o episódio ocorrido no desembarque da delegação nesta quinta-feira no aeroporto de Congonhas. A atitude do funcionário não se justifica, não reflete nossos princípios institucionais e será objeto das medidas pertinentes".

O São Paulo foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil na última quarta-feira, quando voltou a perder por 1 a 0 para o Bahia. Nesta quinta, o Morumbi foi pichado, sendo o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o meia Nenê os principais alvos do protesto.

No embarque do São Paulo a Salvador, na última terça-feira, torcedores fizeram cobranças aos jogadores e ao coordenador técnico Vagner Mancini. A equipe está há quatro jogos sem marcar um gol sequer.

Com a eliminação na Copa do Brasil, o São Paulo terá até o fim desta temporada apenas a disputa do Brasileirão. A equipe está em quarto lugar na tabela, com 11 pontos.

Pela sétima rodada do campeonato, o São Paulo recebe o Cruzeiro no domingo, às 16h, no Pacaembu. O elenco volta a treinar na tarde desta sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.