Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Desempregado, David Moyes é acusado de agressão em bar na Inglaterra

Incidente teria acontecido fora do estabelecimento, nesta quarta-feira, no norte do país

AE-AP, Agência Estado

22 de maio de 2014 | 12h29

LONDRES - A vida do técnico David Moyes não anda mesmo fácil. Demitido do Manchester United depois da pior campanha do clube nos últimos tempos no Campeonato Inglês, o treinador agora vê seu nome nas páginas policiais da imprensa inglesa. Isso porque ele está sendo investigado pela polícia local após ter sido acusado de agressão a um homem em um bar.

De acordo com a polícia inglesa, o incidente entre Moyes, de 51 anos, e um homem de 23 teria acontecido nesta quarta-feira, no norte do país. Perguntados sobre o ocorrido, os oficiais disseram que estavam "investigando a acusação de uma agressão no bar Emporium, em Clitheroe. Policiais estiveram no local às 22 horas de ontem (quarta) e foi reportado que um homem local de 23 anos foi agredido por um de 51".

Ainda de acordo com o boletim policial, a vítima não pediu para ser encaminhada para um hospital e "ninguém foi detido durante o ocorrido". De acordo com um porta-voz do bar, o incidente aconteceu "fora do estabelecimento" e "não atingiu nenhum funcionário ou cliente".

David Moyes estava com um amigo no estabelecimento, que está localizado perto de sua residência. A polícia não tocou no nome do treinador e disse estar investigando o caso porque há diversas versões do ocorrido.

Contratado no meio do ano passado junto ao Everton para comandar o Manchester United, David Moyes não teve sucesso no clube. Ele sentiu o peso de substituir Alex Ferguson, que estava há 27 anos no cargo, e fez péssima campanha. Na Liga dos Campeões, caiu nas quartas de final diante do Bayern de Munique. No Campeonato Inglês, viu o time terminar na sétima colocação, ficando sem vaga em nenhum torneio europeu. Por isso, foi demitido no fim de abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.