Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Desfalcado, Santos testa sua arrancada diante do Grêmio

Se vencer, time da Vila entra na luta pelo terceiro lugar

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2015 | 08h00

O jogo contra o Grêmio em Porto Alegre tem o valor simbólico de um teste de forças para o Santos. Diante do terceiro colocado, seis pontos à frente (52 a 46), o time da Vila Belmiro vai poder verificar o alcance de sua reação. Se vencer, o time fica no G-4 e ganha força para brigar até pela terceira posição; se perder, pode cair para o oitavo lugar no fim da rodada. 

“Vamos ver a reação de nossa equipe em um confronto direto. Um resultado positivo nos aproxima; um negativo nos distancia. Se quisermos buscar algo mais, este jogo pode ser um diferencial”, diz o técnico. 

Embalado por quatro vitórias nos últimos quatro jogos (Brasileirão e Copa do Brasil), o time não chegará tão fortalecido quanto o treinador gostaria. Depois de atuar no amistoso da seleção, terça-feira, o atacante Ricardo Oliveira foi dispensado da viagem por questões físicas em decisão conjunta entre o técnico e o departamento de fisiologia. Antes do corte, o treinador já havia admitido que sua escalação seria difícil. 

A presença de Lucas Lima não está confirmada no jogo de hoje. Ele também atuou na vitória da seleção brasileira, viajou com a delegação a Porto Alegre, mas depende de uma autorização da CBF para estar em campo hoje. 

O artigo 25 do Regulamento Geral de Competições determina que “os clubes e atletas profissionais não poderão, como regra geral, disputar partida sem observar o intervalo mínimo de 60 horas”. 

Nos treinamentos, Dorival testou Gabriel como referência na área, como se fosse um camisa 9, como substituto de Ricardo Oliveira. Em 2014, ele foi bem na função e marcou 21 gols. Ao seu lado, Neto Berola e Leandro são as opções para manter a aposta nos contra-ataques. O eventual substituto de Lucas Lima é Marquinhos Gabriel.

Os desfalques na defesa também preocupam. O zagueiro Gustavo Henrique e o lateral Victor Ferraz estão fora por contusão. Entram no time Werley e Chiquinho. O treinador afirma que essas inúmeras contusões impediram que o Santos aproveitasse bem a parada de dez dias. Foi uma pausa para recuperação, com poucos treinos táticos com o elenco inteiro. 

O técnico Roger não revelou se escalará Dodô ou Pedro Rocha no ataque do Grêmio. Na defesa, não fez mistério e confirmou o desfalque de Erazo, que atuou pelo Equador na terça-feira. Vão jogar Bressan e Pedro Geromel. Outro desfalque é o goleiro Marcelo Grohe, com lesão no ombro direito. Bruno Grassi será titular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.