Desfalcado, Atlético-MG tenta eliminar rival catarinense

O Atlético-MG visita a Chapecoense nesta quarta-feira, a partir das 21 horas, no Estádio Índio Condá, em Chapecó (SC), pela segunda fase da Copa do Brasil. A equipe mineira vem embalada pela boa fase no campeonato estadual - já são três vitórias consecutivas - e espera ganhar por dois ou mais gols de diferença para eliminar o jogo de volta contra o time catarinense.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2010 | 08h35

Nesta edição da Copa do Brasil, o Atlético-MG jogou apenas uma partida. Na primeira fase, goleou o Juventus (SC) fora de casa, por 7 a 0, e eliminou o confronto de volta. O jogo ficou marcado pela grande atuação do atacante Obina, que anotou cinco gols.

Para o duelo desta quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com o experiente meia Ricardinho. O jogador sofreu um estiramento na panturrilha esquerda, na partida do último sábado diante da Caldense, e ficará longe dos gramados por pelo menos 15 dias. Além dele, seguem fora de ação o goleiro Carini, o volante Correa e o atacante Diego Tardelli, todos contundidos.

Já a Chapecoense vem para o confronto animada pela surpreendente classificação na primeira rodada do torneio. A equipe catarinense eliminou o Brasiliense, finalista da competição em 2002, no saldo de gols - após uma vitória em casa, por 3 a 0, e uma derrota em Brasília, por 2 a 1. No campeonato estadual, o time de Chapecó é o último colocado do segundo turno, com apenas 1 ponto em quatro partidas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.