Desfalcado, Botafogo assume favoritismo diante do Goiás

Equipe carioca mostou confiança para jogo contra o lanterna do Brasileirão, às 19h30, no Serra Dourada

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 08h22

O volante Leandro Guerreiro fugiu à regra, deixou o discurso padrão de lado e admitiu o favoritismo do Botafogo diante do lanterna Goiás no jogo que acontece nesta quarta-feira, a partir das 19h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. "Para quem quer conquistar o título, vencer amanhã é obrigação, sim", disse o jogador.

Veja também:

linkGoiás testa sua reação diante do entusiasmado Botafogo

O Botafogo está em ascensão no Brasileirão. Venceu Santos e São Paulo nas duas últimas rodadas, se aproximou do líder Fluminense e passou a sonhar com a conquista do título - está em terceiro lugar, com 37 pontos, quatro atrás do primeiro colocado. Por isso, os jogadores mostram confiança diante do lanterna.

"É preciso lembrar que o Goiás tem qualidade e não possui time para estar nessa situação. O adversário está com a corda no pescoço, e nós sofremos isso no ano passado. Assim, vamos ter que correr muito e jogar bem para sair do Serra Dourada com a vitória", ressaltou Leandro Guerreiro, evitando o discurso de "já ganhou".

O Botafogo também tem um problema a superar no jogo desta quarta-feira: entrará em campo sem os titulares Somália, Jobson, Herrera, Marcelo Cordeiro e Marcelo Mattos, todos contundidos. Isso, logicamente, preocupa os botafoguense. Para Leandro Guerreiro, é a hora de o time mostrar que é forte e coeso.

O lateral-direito Alessandro tem opinião parecida. "É um jogo difícil, contra uma equipe que sabe jogar em casa, mesmo sendo o último colocado. Mas, pelo momento que vivemos, é sim nossa obrigação de vencer, até porque os líderes deram oportunidade e uma vitória pode fazer a gente chegar ainda mais", avisou.

Com passagem pelo Goiás, o volante Fahel citou que, além do time rival, o Botafogo vai ter outros adversários nesta quarta-feira: o campo grande do Serra Dourada e o clima seco da região de Goiânia. "Mas estamos preparados para buscar mais uma vitória", prometeu o jogador, escalado entre os titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.