Divulgação
Divulgação

Desfalcado, Flamengo tenta confirmar o favoritismo contra a Cabofriense

Clube joga no Maracanã sem quatro titulares e busca abrir vantagem na semifinal do Carioca

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

26 de março de 2014 | 07h49

RIO - Dono da melhor campanha da fase de classificação do Campeonato Carioca, o Flamengo abre as semifinais com amplo favoritismo diante da Cabofriense, nesta quarta-feira, a partir das 22 horas, no Maracanã. Mas o técnico Jayme de Almeida terá desfalques importantes para o primeiro jogo do confronto - os dois times voltam a se enfrentar no sábado.

Na véspera da partida, o lateral-direito e capitão Leonardo Moura sentiu dores na coxa esquerda durante o treino e também virou desfalque. Ele é a quarta baixa do Flamengo, já que o lateral-esquerdo André Santos, o meia Elano e o volante Cáceres estão contundidos e tinham sido vetados anteriormente.

Reserva imediato de Leonardo Moura, Léo também está sob cuidados médicos e não poderá jogar nesta quarta-feira. Assim, o jovem Digão deve atuar na lateral direita.

Os jogadores do Flamengo só souberam do desfalque de Leonardo Moura quando foram conferir a lista dos relacionados para enfrentar a Cabofriense. "Ficamos surpreendidos. É uma grande perda para nós. Ele é um grande jogador, um líder. Mas, com certeza, o elenco tem jogadores que poderão substituí-lo à altura", disse o meia-atacante Paulinho.

Diante desse cenário, Jayme de Almeida fez mistério quanto à formação que vai adotar. E é possível que haja surpresas na escalação, como a entrada do volante Luiz Antônio, que retornou ao clube recentemente, tem se apresentado bem e pode receber uma chance entre os titulares na vaga de Elano, posição que também é pleiteada por Paulinho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.