Desfalcado no ataque, Inter espera Beira-Rio cheio

Entusiasmado com a perspectiva de se aproximar dos líderes do Brasileirão, o Internacional espera receber o apoio de pelo menos 25 mil torcedores neste domingo, quando enfrenta o Vasco, a partir das 16 horas, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 23ª rodada do campeonato.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 08h06

A vitória sobre o São Paulo, na última quinta-feira, no Morumbi, deixou o time gaúcho com 35 pontos, em quinto lugar. Assim, ficou em boas condições de alcançar os quatro times que estão à sua frente ao longo da competição: Fluminense, Corinthians, Botafogo e Cruzeiro.

O técnico Celso Roth só tem uma dúvida para escalar o time, mas num setor que vem lhe dando dor de cabeça: o ataque. Taison, que estava encaixado na função, foi para a Ucrânia. Rafael Sóbis, que assumiu a tarefa, sofreu contusão. Alecsandro também está machucado e Giuliano cumprirá suspensão.

Edu, que participou de parte do segundo tempo do jogo no Morumbi, é o principal candidato à vaga no ataque do Inter, mas Marquinhos e Eduardo Sasha também podem jogar. Enquanto isso, o volante argentino Guiñazu cumpriu suspensão e volta ao time titular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.