Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Desfalcado, Palmeiras encara decisão contra o Flamengo no Rio

Com quatro desfalques e desgastado pelo jogo da Libertadores, time de Felipão defende vantagem na liderança

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2018 | 05h00

O confronto de hoje entre Flamengo e Palmeiras define o rumo do Brasileirão. O time de Felipão defende a liderança do torneio com quatro pontos de vantagem sobre o rival. Se vencer, dará grande passo rumo ao título e vai tratar de administrar a vantagem, que iria para sete pontos. Se perder, o líder será ameaçado nas próximas rodadas, pois a vantagem cairá para um ponto. Se todos os jogos de um torneio de pontos corridos valem uma decisão, o jogo do Maracanã vale um pouco mais em função do peso das rodadas finais e do lado emocional.

O time de Felipão tem quatro desfalques (Mayke, Bruno Henrique, Lucas Lima e Deyverson) e tenta se recuperar da derrota para o Boca Juniors pela Libertadores. Ontem, Felipão reuniu os jogadores no Rio e teve uma conversa rápida com eles no CT do Fluminense. O time só teve esse treino depois da “batalha” de Buenos Aires.

Do ponto de vista físico, o Flamengo está mais inteiro. Só disputa o Brasileirão e teve a semana livre para treinos. Por outro lado, o ambiente ficou estremecido com a recusa de Diego Alves em ficar na reserva no último domingo. Ele voltou a treinar, mas não foi relacionado para a partida. Cesar será titular.

O técnico Dorival Junior conta com o apoio da torcida. “Serão mais de 60 mil flamenguistas do nosso lado. Vamos tentar fazer o nosso máximo em busca do resultado”, disse Dorival.

O jogo de hoje está inserido em um contexto de rivalidade crescente. As diretorias trocaram farpas publicamente sobre arbitragem na semana passada (Felipão será julgado pelo STJD por insinuar favorecimento ao rubro-negro).

As torcidas se provocam nas redes sociais em função das últimas campanhas. Em 2009, o Flamengo ultrapassou o rival; em 2016, o time paulista sustentou a ponta e ironizou a expressão “cheirinho de hepta”, criada pelos rubro-negros; o ano de 2018 é um tira-teimas. Os rivais possuem os dois elencos mais caros do Brasil: os palmeirenses valem R$ 87,5 milhões; já os flamenguistas somam R$ 86, 6 milhões.

Ficha técnica

Flamengo: Cesar; Pará, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Vitinho; Uribe.

Técnico: Dorival Junior

Palmeiras: Weverton; Thiago Santos (Gómez), Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo, Moisés e Dudu; Hyoran, Willian e Borja. Técnico: Felipão.

Juiz: Rafael Traci (PR).

Local: Maracanã

Horário: 19h

Na TV: Pay-per-view.

Ao vivo: estadao.com.br/e/sepaovivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.